Hoje é Dia Internacional da Mulher, então vou falar sobre como eu aprendi a ser mulher.

Como tudo na vida se aprende pelo exemplo, ser mulher também se aprende pelo exemplo. O meu exemplo não podia ser melhor. E tudo que existe na minha vida, até mesmo esse blog, começou com esse exemplo:

dia da mulher 0016

Tá me vendo aí? Na barriga da minha mãe? Pois é… Tô tentando aprender a fazer crochê direito desde antes de nascer e, até agora, nada.

Aprender a ser livre, a ter e a se dar respeito, a acreditar em você mesma. Tudo para mim foi ensinado. Algumas coisas eu já aprendi. Outras ainda estou tentanto aprender, inclusive o crochê…

Eu cresci no meio de tintas, linhas, lãs, papéis, madeiras, telas, tecidos. Ô mulher que faz de um tudo. E eu sempre atrás, peguntando “como faz?”.

Ter um bom exemplo presente também te ajuda a querer ser melhor, a se esforçar para não decepcionar.
Ter mãe prendada ajuda a ter os mais lindo vestido da festa da junina do bairro.

dia da mulher 0007

Talvez você não tenha como referencial a sua mãe, mas uma outra pessoa. Uma avó ou uma tia. Alguém que vai te acompanhar para sempre na sua memória e te ajudar a ser exemplo de mulher para os seus filhos também.

dia da mulher 0018dia da mulher 0022

Não importa quem, o importante é ter em quem se espelhar. A quem recorrer quanto a coisa fica feia ou quando máquina de costura para de funcionar ou o bolo desanda.

dia da mulher 0006dia da mulher 0005

Alguém que, quando você não consegue aprender a dar o nó na linha do bordado, vai gravar um vídeo para você poder consultar toda vez que esquecer o truque.

Alguém que, mesmo que não saiba a resposta, vai te ajudar a encontrar.

A história desse blog, nada mais é do que eu aprendendo com a minha mãe.

Beijo, Mãe!

Veja também: